Mural público de Naguib Elias Abdula
01 Setembro, 2014      20:25 GMT +2 Maputo 19°C

Ncondezi Coal pretende construir central térmica a carvão em Moçambique

Enviar por E-mail Versão para impressão

20120620A Ncondezi Coal Co. vai adicionar uma central térmica ao projecto de exploração de carvão mineral em Moçambique a fim de encontrar mais destinos para o carvão que irá extrair na província de Tete, anunciou a empresa em comunicado divulgado segunda-feira em Guernsey.

Nos termos do comunicado, a empresa pretende construir, por fases, uma central térmica alimentada a carvão com uma capacidade de 1 800 megawatts que estaria em condições de produzir 300 megawatts a partir de 2017 utilizando o carvão não-comercializável.

Essa energia eléctrica seria posteriormente vendida à África do Sul, que se defronta actualmente com uma procura energética que não é correspondida pela capacidade de produção do país.

Na mesma nota, a Ncondezi Coal Co. informa pretender extrair na fase inicial 4 milhões de toneladas de carvão térmico, metade para exportação e a outra metade para utilização na central térmica.

A produção deverá iniciar-se na segunda metade de 2015 e progredir de uma forma faseada até estar a extrair mais de 10 milhões de toneladas de carvão por ano, metade para exportar e a outra metade para utilização na central térmica.

Na semana passada, a Ncondezi Coal assinou um acordo-quadro com o Ministério dos Recursos Minerais de Moçambique, penúltimo passo antes da assinatura de um contrato mineiro que governará o desenvolvimento bem como o enquadramento fiscal do projecto.

O presidente executivo da empresa, Graham Mascall, disse na ocasião que o acordo estabelece os parâmetros e o calendário para a assinatura do contrato mineiro assim que o estudo de viabilidade definitivo for entregue ao governo de Moçambique. (macauhub)

 
MM23
Novos Caminhos
macauhub_e.jpg