Mural público de Naguib Elias Abdula
23 Outubro, 2014      16:20 GMT +2 Maputo 25°C

Consórcio indiano desistiu da corrida pela irlandesa Cove Energy

Enviar por E-mail Versão para impressão

O consórcio indiano constituído pelas empresas ONGC Videsh e GAIL (India) anunciou que desistiu de apresentar uma proposta de compra da empresa irlandesa Cove Energy, cujo principal activo é uma participação de 8,5% num bloco petrolífero em Moçambique, informou a agência financeira Reuters.

A desistência do consórcio indiano, em que a ONGC Videsh é uma subsidiária do grupo estatal Oil and Natural Gas Corp, faz com que a Cove Energy esteja a ser disputada pelos grupos Royal Dutch Shell e pelo estatal tailandês PTT Exploration and Production, de 220 pence por acção contra 240 pence, respectivamente.

Globalmente, o grupo tailandês está a oferecer 1,9 mil milhões de dólares pela Cove Energy, enquanto a oferta da Royal Dutch Shell é de 1,7 mil milhões de dólares, embora analistas citados pela agência tenham afirmado que o grupo anglo-holandês poderá vir a aumentar o valor da oferta.

O bloco petrolífero na bacia do Rovuma, norte de Moçambique, em que a Cove Energy tem uma participação de 8,5%, é operado pelo grupo norte-americano Anadarko Petroleum, que controla uma participação de 36,5%, sendo os restantes parceiros a Mitsui & Co. do Japão com 20%, Bharat Petroleum e Videocon Industries Ltd, ambas da Índia e com uma participação de 10% cada, e a estatal moçambicana Empresa Nacional de Hidrocarbonetos com 15%. (macauhub)

 
MM24
Novos Caminhos
macauhub_e.jpg